Aprovada 1ª soja resistente a lagartas e tolerante a 3 herbicidas

Uma nova variedade de soja Bt foi aprovada pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), na reunião plenária de agosto, para plantio, consumo humano e animal. Além da resistência a insetos, esse grão geneticamente modificado (GM) apresenta tolerância aos herbicidas glifosato, glufosinato de amônio e ácido diclorofenoxiacético (2,4-D). É o primeiro produto liberado pela CTNBio que tem ação contra insetos e tolerância a esses três tipos de defensivos químicos.

Essa soja GM já tem liberação comercial na Argentina desde o ano passado, mas ainda não é comercializada por lá. Para o produto chegar ao mercado no Brasil, a empresa responsável deve ter autorização e registro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Essa variedade de soja transgênica foi obtida pelo cruzamento dos eventos DAS-44406-6 x DAS-81419-2 e contém dois genes (cry1Ac e cry1F) referentes à resistência de insetos e três (aad-12, 2mepsps e pat) relativos à tolerância aos herbicidas.

Os genes cry são provenientes da bactéria de solo Bacillus thuringiensis (Bt) e têm ação inseticida. Já o aad-12 vem da bactéria de solo Delftia acidovorans e confere tolerância ao 2,4-D. O 2mepsps, por sua vez, é um gene retirado do milho e confere tolerância ao glifosato. E o pat provém da bactéria de solo Streptomyces viridochromogenes, responsável pela tolerância ao glufosinato de amônio.

 

Fonte: http://boaspraticasagronomicas.com.br